Buscar

O que é isso da meningite W135?

Atualizado: há 8 horas

A meningite aguda é uma doença grave que afecta sobretudo a população pediátrica e o adulto jovem.

Existem diferentes tipos de agentes que podem causar meningite, mas o que estamos a falar é da meningite meningocócica, que é provocada pela bactéria Neisseria meningitidis. Trata-se de um microorganismo que pode colonizar silenciosamente a nasofaringe humana, mas cuja doença invasiva (sépsis e meningite) têm um prognóstico reservado. Existem diferentes serogrupos da N. meningitidis: A, B, C, W135, Y e Z.O Programa Nacional de Vacinação (PNV) contempla a distribuição gratuita da vacina protectora contra o serogrupo C desde 2006 (Men C aos 12 meses). A doença meningocócica invasiva em Portugal tem tido um predomínio do serogrupo B. Este serogrupo é a principal causa de meningite meningocócica nas crianças com menos de 1 ano de idade. Felizmente, esta situação tem sofrido alterações pela introdução da vacina meningocócica tipo B no mercado em 2014. Desde Outubro de 2020 está vacina passou a fazer parte do PNV com o seguinte esquema vacinal: 2 meses, 6 meses e 12 meses. Com a introdução das vacinas menincocócicas C e B em Portugal, o panorama mudou muito ligeiramente e verificou-se um número crescente de casos de meningite ao serogrupo W 135.

Quando falo de um número crescente, tenho que contextualizar, estamos a falar de uma situação bastante rara: falamos de 8 casos em Portugal no ano de 2019. Por isso, sim, o número de casos de meningite ao serogrupo W135 aumentou em Portugal, mas ainda assim, é uma situação rara. Os principais serogrupos responsáveis por meningite menincocócica no primeiro ano de vida continuam a ser o serogrupo B, seguido do serogrupo C. No entanto, gosto sempre de ressalvar, a vacina que é comercializada contra a meningite do serogrupo W135, é uma vacina quádrupla: protege contra os serogrupos A, C. W-135 e Y. E embora transmita uma sensação de segurança por ser pluripotente, a verdade é que, por exemplo, comparando a sua eficácia para o serogrupo C com a Men C do PNV, não é tão imunogénica (isto quer dizer que não desencadeia uma resposta imunitária tão forte).

Daí a recomendação da Direcção Geral de Saúde para reservar esta vacina para os viajantes para zonas do planeta com maior incidência de meningite a serogrupo W135 do que em Portugal, é o caso dos países do continente africano e a Arábia Saudita. Tendo em conta que o serogrupo W135 não é o mais prevalente em Portugal, faz sentido recomendar uma vacina extra-PNV? Gosto sempre de detalhar a história de cada família antes de fazer uma recomendação, mas o aconselhamento que faço poderá ser muito diferente se me dirigir a uma família que vive e trabalha em Portugal ou a uma família de viajantes com um elemento a trabalhar na Arábia Saudita ou mesmo a uma família Angolana, por exemplo. Assim sendo, para efeito de uma resposta mais abrangente, acho que o mais importante é esclarecer os pais dos eventuais benefícios e deixar ao seu critério se pretendem ou não imunizar a criança contra uma doença que tem uma expressão grave mas que é relativamente rara no nosso país.


0 visualização0 comentário

© 2020 por Joana Martins. Todos os direitos reservados.

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Instagram Ícone
  • w-flickr